TOPO #01 - BIOCOR
TOP PEQUENO #02 - VIVER BRASIL
Página inicial - Blog do PCO Paulo César Oliveira

A difícil volta ao normal 


O empresário Joel Ayres (foto), da JAM Engenharia de Ar Condicionado, acompanha apreensivo os estragos causados pela Covid-19. Esse foi um ano perdido para o setor em que atua e 2021 também. A sua empresa está diretamente ligada aos grandes empreendimentos, shoppings, prédios comerciais e hospitais. Ele desenvolveu um aparelho que faz a descontaminação do ar, instalado no Biocor, que também pode ser instalado em outros ambientes, como nos shoppings.

 

A JAM desenvolveu um aparelho especialmente para os hospitais. Como está sendo a aplicação desse aparelho?

Nós desenvolvemos um aparelho fotohidroionização, onde fazemos a descontaminação do ar no ambiente, transformando a umidade relativa de água para água oxigenada, que combate o vírus no ar. O sistema foi instalado na UTI do Biocor, com resultado excelente.

 

Os empresários do comércio, principalmente, cobram da prefeitura a abertura do setor. No seu entendimento está na hora de abrir o comércio?

Antes de abrir ou não, precisava de uma imunização em massa. A premissa básica não é abrir ou não. É tratar a imunização. Depois de tratada a imunização, quem for contaminado pela doença precisa de um tratamento precoce, na fase um e os que desenvolvessem a fase dois da doença iriam para o hospital ou unidades de saúde. Os infectologistas são muito céticos, mas no meio de uma guerra não adianta falar que a sua arma, a arma que você está atirando é eficiente, ela pode mascar. Se mau não fizer, não custa nada fazer uma tentativa para a melhora ou mitigar e prevenir. Ficam falando que a Ivermectina não resolve nada, que a hidroxicloroquina não resolve nada. Então vou matar o vírus no peito. Vou vestir o escudo do Super Homem e matar o vírus.

 

Alguns shoppings já estão voltando. Será necessário um esquema especial de ar condicionado?

A premissa básica do ar condicionado se chama diluição do ar. É pegar o máximo de ar externo e jogar no ar interno para diluir a quantidade de vírus que tem naquele ar. O filtro adianta alguma coisa? Filtrar o ar não adianta nada. Por melhor que seja o ar, se tiver alguma coisa contaminada, você vai se contaminar, isso é inevitável. É preciso saber o que é preciso fazer para mitigar a contaminação. Claro que um shopping com o ar tratado é muito mais seguro do que um shopping que não tem o ar tratado.

 

Esse aparelho desenvolvido para hospitais pode funcionar bem também nos shoppings?

Pode. Mas devido ao problema financeiro dos shoppings hoje, causado pelo coronavirus, pode não ser viável no momento, mas funcionaria bem.

 

Há uma luz no fim do túnel que sinalize uma melhora da economia?

Na verdade, o meu setor é muito ligado ao PIB, aos prédios comerciais, áreas hospitalares, shoppings. O meu setor não é o do ar condicionado da casa, do quarto. É diretamente ligado ao comercial e não ao residencial. Vejo um retorno bem mais tardio do que o residencial. 

Tags

Publicidade

BANNER LATERAL #14 SEBRAE

Comentários

comentários

Newsletter

Tags