TOPO #01 - BIOCOR
TOP PEQUENO #02 - VIVER BRASIL
Página inicial - Blog do PCO Paulo César Oliveira

Antonio Palloci não poupa ninguém em delação premiada


O vazamento das delações do ex-ministro Antonio Palocci (foto) à Polícia Federal foi dos assuntos mais comentados nas redes sociais ontem e envolveu os principais nomes do partido, inclusive de críticos do atual governo. Ele detalhou na sua delação premiada que os ex-presidentes Lula e Dilma receberam propina de empresas em troca de desonerações tributárias, linhas de crédito do BNDES, auxílio em fusões e apoio da base governista a medidas que tramitavam no Congresso, conforme publicação da revista Veja. A delação de Palocci n a PF, homologada pelo ministro Edson Fachin, do STF, conta com 23 anexos, que tratam de 12 políticos, entre ex-ministros de Estado, parlamentares e ex parlamentares, e 16 empresas. O PT, segundo ele, recebeu R$270,5 milhões em propina entre 2002 e 2014.

 

Pimentel, Tião Viana, Gleise e Lindbergh na lista de Palocci

Na delação premiada à Polícia Federal, Antonio Palocci revelou repasses aos petistas Fernando Pimentel, Tião Viana e Lindbergh Farias, via caixa 2, na forma de doações oficiais. Segundo o ex-ministro de Lula e Dilma, Pimentel recebeu R$ 2 milhões da Camargo Corrêa em 2010. Viana ficou com outros R$ 2 milhões da Odebrecht, no mesmo ano, dos quais R$ 1,5 milhão via caixa 2. Lindbergh foi quem mais recebeu, segundo Palocci: R$ 3,2 milhões da Odebrecht, também no caixa 2, em 2010. Gleisi Hoffmann, atual presidente do PT, recebeu R$ 3,8 milhões na campanha de 2010, quando foi eleita senadora pelo Paraná.

Tags

Publicidade

BH AIRPORT

Comentários

comentários

Newsletter

Tags