TOPO #01 - BIOCOR
TOP PEQUENO #02 - VIVER BRASIL
Página inicial - Blog do PCO Paulo César Oliveira

Até as motos estão paradas


A produção de motocicletas caiu 13% em julho, na comparação com junho, para 101.721 unidades, segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Quando comparada com julho do ano passado, a queda foi de 25,2%, enquanto no acumulado do ano a retração é de 12%, com 799.981 motos produzidas nos sete primeiros meses. Já as vendas no atacado (para concessionárias) recuaram 7,3% em julho na comparação mensal, para 93.654 unidades. Na variação anual, houve retração de 17,1%. No acumulado do ano, a baixa chega a 9,3%, para 752.747 motos vendidas. No varejo, julho registrou 121.012 vendas, alta de 6,6% ante junho e queda de 11% frente a julho do ano passado. Nos sete primeiros meses do ano, as vendas somam 749.441 unidades, queda de 10,6%. A alta mensal em julho é resultado do efeito calendário, já que o mês teve dois dias úteis a mais que junho. A média diária de vendas em julho caiu 2,7% ante junho, para 4.684 unidades. Na comparação com julho de 2014, a retração foi de 10,97%. “As férias coletivas nas fábricas, localizadas no Polo Industrial de Manaus, além das incertezas do contexto macroeconômico nacional presentes no início do segundo semestre, incluindo crescimento da inflação, risco à empregabilidade e baixa oferta de crédito para aquisição de veículos, são os principais fatores impactantes para este cenário do setor”, diz em nota o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian (foto) As exportações totalizaram alta de 56,6% em julho ante junho, para 8.574 unidades, com elevação de 14% ante julho de 2014. No acumulado do ano, as exportações somam 26.815 unidades, um recuo de 49,3% ante igual período do ano passado. Os mercados externos que mais cresceram entre junho e julho foram: Argentina, Estados Unidos, Colômbia, Canadá, Austrália, Bolívia e Costa Rica Segundo a Abraciclo, o Brasil é o sexto maior produtor de motos do mundo, com 1,4 milhão de unidades por ano. A frota nacional é estimada em mais de 20 milhões. Com informações do Estadão Conteúdo.

Tags

Publicidade

BH AIRPORT

Comentários

comentários

Newsletter

Tags