TOPO #01 - BIOCOR
TOP PEQUENO #02 - VIVER BRASIL
Página inicial - Blog do PCO Paulo César Oliveira

Ministro acredita que Turismo ajudará na retomada da economia


Antes da crise provocada pela pandemia do coronavirus a indústria do turismo apresentava um crescimento de 2,6%, segundo revelou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, durante a sua participação da live do Conexão Empresarial. No evento promovido pela VB Comunicação, ele falou ainda que desde que o primeiro caso da doença foi detectado no país, no dia 25 de fevereiro, foram tomadas as medidas para buscar preservar as empresas que atuam no setor. A ideia era que fosse editada uma MP específica para o Turismo, mas o Ministério da Economia decidiu por incluir todo o setor produtivo na MP 936. A Medida permitiu as empresas de reduzir salários, flexibilização dos contratos de trabalho e ter a acesso a linhas de financiamento. Agora ele trabalha para a retomada do setor.

 

Priorização do turismo

Há um entendimento por parte da equipe econômica e do próprio presidente Jair Bolsonaro, que o Turismo será um setor essencial para a retomada da economia. Marcelo Álvaro Antônio disse que está sendo finalizado um programa de campanhas promocionais do turismo brasileiro, com prioridade para o turismo rodoviário. São estudadas pelo menos 30 rotas para impulsionar o turismo interno. A ideia é concentrar os recursos da pasta nesses roteiros, com criação de terminais rodoviários semelhantes ao dos aeroportos. A ideia é fazer um projeto piloto no aeroporto Internacional de Belo Horizonte, que já tem um projeto bem encaminhado interligando o aeroporto às cidades históricas. A pandemia praticamente paralisou o sistema aéreo brasileiro, que tem atendido em média de 8 a 10% do volume de passageiros. Só aeroporto Internacional de Belo Horizonte recebia 35 mil passageiros/dia. Hoje são apenas 3 mil passageiros/dia.

 

Resorts integrados

Uma das apostas de Marcelo Álvaro Antônio para impulsionar o turismo no país, atrair investidores e gerar emprego e renda, são os resorts integrados, a exemplo dos em funcionamento em Singapura, Macau e Las Vegas. Ele tem pela frente que quebrar as resistências das bancadas evangélicas e católicas, que não querem nem ouvir falar na possibilidade de reabertura dos cassinos no país. Além da questão política, serão tomadas algumas medidas para a retomada da confiança no turismo do país, como a de conferir um selo de segurança para certificar a limpeza, e todos os procedimentos de prevenção para evitar a contaminação pelo coronavirus. Esse projeto, segundo o ministro, já está em fase final. Ele não só acredita no potencial do setor, como tem como uma das metas do governo equilibrar a balança comercial do turismo, que tem um déficit de US$ 13 bilhões.

 

Prestígio junto ao presidente

A necessidade de reestruturação do turismo interno parece já ter sido entendida dentro do governo. Mas Marcelo Álvaro Antônio tem uma carta a mais na manga, quando o Ministério da Economia veta propostas importantes para o setor: ele procura diretamente o presidente Jair Bolsonaro, que passa a conduzir o processo. Esse prestígio está ajudando na aprovação de várias matérias. A live do Conexão Empresarial é promovida pela VB Comunicação. O evento teve como moderador o diretor da VB, Gustavo Cesar Oliveira. Participaram como debatedores o sócio-fundador da CVC e chariman do Grupo GJP, Guilherme Paulus; o CEO da BH Airport, Marcos Brandão; a fundadora e CEO da Vert Hotéis, Érica Drumond; o gerente-geral do Hotel Mercure, Rodrigo Mangerotti; o secretário de Cultura e Turismo de Minas, Leônidas Oliveira e o diretor-geral da VB Comunicação, Paulo Cesar Oliveira. O Conexão Empresarial 100% digital tem o patrocínio da Anglo American, D’or Consultoria, Hermes Pardini, Mercantil do Brasil, jornal O Tempo, Pad, Tostes & De Paula, Unimed-BH e Usiminas. O evento conta com apoio do IBRAM, JAM e KLUS e tem como media partners a Band, rádio Itatiaia, revista Viver Brasil e BLOGDOPC

Tags

Publicidade

BH AIRPORT

Comentários

comentários

Newsletter

Tags