TOPO #01 - BIOCOR
TOP PEQUENO #02 - VIVER BRASIL
Página inicial - Blog do PCO Paulo César Oliveira

O tempo está passando…


O tempo vai passando e, ao que parece, a presidente Dilma vai se perdendo no meio de tanta confusão, sem saber o que fazer. Pelo menos é o que parece. Dilma, na solidão do poder, está mais do que sozinha pois,  como não ouve ninguém,  os amigos acabam se afastando ou não palpitando mais. Nem mesmo o seu padrinho e criador, o ex-presidente Lula, está querendo conversa. Demonstra que já se irritou bastante com ela nos últimos dias, tentando fazer com que a crise não se instalasse no Brasil  e atingisse o PT.  As providencias anunciadas por Dilma, como esta lei anticorrupção não passam de uma bobagem. Lá atrás, na época do mensalão, Lula anunciou a mesma medida e, como sempre, ficou no papel. A corrupção desenfreada implantada no Brasil principalmente com o petrolão,  só será reduzida, acabando com a impunidade que campeia em nosso pais em todos os níveis. Até mesmo os bandidos sabem que nada acontece e por isto vão em frente. Tem chefe de quadrilha que controla o trafico com os celulares que funcionam dentro dos presídios. E na política brasileira acontece a mesma coisa. O governo deveria pensar mais no que está fazendo com os empresários. Se fizeram o que fizeram, foi por encontrarem campo fértil para corromper e serem corrompidos, por diretores da Petrobras, colocados nos cargos por  políticos, para exigirem propina em cada obra. Então, porque só os empresários estão “pagando o pato”? Enquanto isto Dilma vai “sangrando” sozinha, assumindo culpas que deveria repartir com velhos e novos companheiros, sem tomar nenhuma providencia efetiva. O povo, 84% dele, segundo o DataFolha,  acredita que ela sabia da corrupção. Se sabia do fato, por óbvio sabia quem praticava.  Mas se mantém calada. Difícil, mas ela pode ainda recuperar alguma credibilidade. Talvez com uma reforma ministerial que exclua os políticos de sempre. O povo não os quer. Será que Dilma não percebeu?

Tags

Publicidade

Your Ad Here

Comentários

comentários

Newsletter

Tags