Logo
Blog do PCO

Não é hora de demonizar Lula

Por mais estranho que pareça, por mais repugnante politicamente que se mostre aos que não concordem com ele, não se pode demonizar o ex-presidente Lula por tentar politizar algo que é, aparentemente, apenas jurídico. Até por não restar a ele, neste momento, outra tese de defesa das acusações no âmbito da Lava Jato. Além do mais há uma chance, mesmo que mínima, mas mínima mesmo, da coisa ter cor de jacaré, pata de jacaré, boca de jacaré, nadar como jacaré, mas não ser, um jacaré. As acusações a Lula e ao PT, enquanto se restringiram ao ambiente político (compra de apoio, campanhas eleitorais), foram assimiladas pela população que, estranhamente vê tal prática como coisa normal, coisa da política e dos políticos. O que passou a preocupar os petistas e aliados mais próximos, foi a mudança de rumo das acusações que hoje são de enriquecimento ilícito, de recebimento de propinas, coisas do dia a dia que, fora do campo político, costumam ir parar em delegacias comuns especializadas em trambiques sem qualquer charme pois atingem diretamente o cidadão. Isto o povo tem noção do que é e não costuma acobertar. Então é preciso que Lula, ou mostre com clareza que aquilo que para todos é um jacaré, não é um jacaré, ou então cuide mesmo de transformar uma apuração de crime, numa perseguição política. Mas é ele mesmo quem precisa cuidar disto. Não adianta em nada seus auxiliares e advogados, muito bem remunerados diga-se de passagem, tentarem isto. Falta a eles a liderança e o messianismo que ainda restam ao ex -presidente. Mas Lula precisa agir com rapidez e muita cautela. Tudo bem que seja uma jararaca, embora com a cabeça preservada e o rabo ferido. Sempre é possível que do outro lado exista uma ave de rapina, um carcará por exemplo, à espreita, pronto para o ataque final para matar a jararaca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *