Logo
Blog do PCO

Brasil em ponto de inflexão

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto (foto), acredita que o Brasil está em um “ponto de inflexão” sobre a credibilidade fiscal. De acordo com ele, a retomada do equilíbrio das contas públicas com as reformas será fundamental para o país voltar a atrair investimentos e reduzir os juros futuros, que são balizadores do risco da economia. Para tanto, será necessário convencer os operadores de mercado de que haverá continuidade na agenda de ajustes. Atualmente a taxa básica de juros, a Selic, está em 2% ao ano –o menor patamar da história. Os operadores do mercado financeiro estimam que o percentual não mudará até o fim do ano, de acordo com o Boletim Focus do BC. Mas, a médio e longo prazo, a tendência é de que seja corrigido para patamares mais elevados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *