Logo
Blog do PCO

Estados terão que pagar suas dívidas

O ministro da Fazenda, que junto com o ministro do Planejamento Dyogo Oliveira (foto), participou ontem, no Rio de Janeiro, de debate sobre a reforma previdenciária, anunciou que o governo está discutindo com os governadores soluções para a questão fiscal dos Estados, que assegurem a autonomia federativa e viabilizem a reforma previdenciária dos entes. Ele, no entanto, garantiu que o governo não vai sacrificar o ajuste fiscal em andamento para ajudar os Estados que estão endividados. Meirelles e Oliveira acreditam que poucos estados conseguirão se adequar aos critérios exigidos pelo governo federal para se enquadrarem no regime de recuperação e fiquem aptos a receber ajuda da União. Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, “os Estados têm que fazer cortes muito sérios. Isso limita”, afirmou. Entre os potenciais beneficiários estão o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. “Não há na Lei previsão de ajuda fiscal do governo federal aos Estados”, afirmou o ministro, complementando que a suspensão do pagamento de dívidas ao Tesouro, permitida aos Estados que aderirem ao programa do governo federal, é temporária. “As dívidas serão cobradas no futuro”, acrescentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *