Logo
Blog do PCO

Investimento comprimido

A elevação dos gastos com benefícios previdenciários e assistenciais deve comprimir os investimentos públicos ao menor nível em pelo menos 15 anos. O valor de R$ 28,6 bilhões, projetado em agosto de 2020 para obras e outras ações, pode cair por causa do aumento de despesas obrigatórias. Elas deverão crescer principalmente por causa do reajuste do salário mínimo.

Previdência também sofre

De janeiro a novembro, o déficit no INSS foi de R$ 270,7 bilhões contra R$ 211,8 bi no mesmo período do ano anterior. Segundo o governo federal, essa “deterioração no resultado do Regime Geral da Previdência Social decorre do efeito conjunto de queda da arrecadação líquida e antecipação do pagamento do 13º da previdência com impactos em abril, maio e junho”. Nessa explicação, aponta-se impacto direto vindo do mercado de trabalho, com perdas geradas pela redução da massa salarial. Outro problema: de acordo com o resultado de cálculos do Ministério da Economia, a crise sanitária deve engolir quase que integralmente os R$ 36 bilhões em recursos que poderiam ser poupados entre 2020 e 2021, com a aplicação da reforma da Previdência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *