Logo
Blog do PCO

Maior aumento da taxa de juros nos últimos 18 anos

O anúncio do Copom do aumento da taxa básica de juros em 1%, passando de 4,2% para 5,25% ao ano, o maior aumento em 18 anos, não chegou a surpreender o setor produtivo mineiro. Essa é mais uma confirmação de que o processo de normalização monetária (aumento de juros) seguirá acelerado no país, na análise da Fiemg. Mas a entidade considera “prudente uma reavaliação de conduta nas próximas reuniões do COPOM, considerando fatores que exercerão menor pressão inflacionária – como a estabilidade do real perante o dólar e a queda dos preços internacionais de commodities agrícolas e metálicas –, ao mesmo tempo em que o avanço das atividades industriais e de varejo dá claros sinais de desaceleração. Ademais, a recuperação do mercado de trabalho segue lenta e a taxa de desemprego continua em patamares historicamente elevados, com mais de 14,6 milhões de desempregados”. O presidente da CDL, Marcelo de Souza e Silva (foto), pondera que “considerando o ambiente econômico que estamos vivendo, onde as atividades econômicas estão em recuperação, a demanda de consumo está desaquecida e o desemprego elevado, é essencial que o Banco Central fique atento para que este aumento não comprometa a recuperação econômica”. (Foto reprodução internet)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *