Logo
Blog do PCO

Surpresa no mundo empresarial

Roberto Castello Branco (foto), que deixou a presidência da Petrobras, após o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) optar pela sua substituição por Joaquim Silva e Luna, não encontrou respaldo das agências internacionais de recomendação de voto para sua eleição como conselheiro da Vale. Trata-se das duas companhias com maior representatividade no Índice Bovespa, somando quase 20% na composição do indicador. A Vale está avaliada atualmente em R$ 500 bilhões e a petroleira, em cerca de R$ 300 bilhões. Nem ISS, nem Glass Lewis são favoráveis à indicação de Castello Branco, o que não deixa de ser uma surpresa, uma vez que o executivo foi transformado pelo mercado em uma espécie de mártir da independência política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *