Logo
Blog do PCO

Usiminas reverte resultados e tem trimestre positivo

A Usiminas encerrou o terceiro trimestre do ano com resultados positivos em diversos indicadores. No período (3T20), o Ebitda Ajustado consolidado da companhia atingiu R$ 826 milhões, com uma elevação de 331% em relação ao segundo trimestre do ano, quando alcançou R$ 192 milhões. O crescimento é atribuído, principalmente, aos melhores resultados nas unidades de Mineração e de Siderurgia. A margem Ebitda ficou em 19%, contra 8% no período de abril a junho. O lucro bruto foi de R$ 892 milhões (R$ 279 milhões no 2T20) e o lucro líquido ficou em R$ 198 milhões (-R$ 395 milhões no 2T20). O caixa da companhia encerrou o período com uma alta de 49%, ficando em R$ 3,7 bilhões, o mais elevado valor em sete anos.

 

Destaques

Entre os destaques nos resultados do terceiro trimestre do ano estão os volumes de vendas de aço, que atingiram 934 mil toneladas, com alta de 54% na comparação com o trimestre anterior (608 mil toneladas), e de minério de ferro, que teve alta de 21% também na comparação com o segundo trimestre de 2020, passando de 1,9 milhão de toneladas para 2,3 milhões de toneladas no 3T20. Nesse cenário, a receita líquida foi de R$ 4,4 bilhões, alta de cerca de 80% em relação ao segundo trimestre do ano (R$ 2,4 bilhões). “Estamos vindo de um período de grandes impactos sociais e econômicos provocados pela pandemia que nos levaram a adotar uma série de medidas para enfrentar os efeitos da Covid-19 na saúde e na segurança das pessoas e, também, nas nossas operações. Em agosto, já com sinais de retomada da economia, reativamos as operações do Alto-Forno 1 da Usina de Ipatinga e das laminações da Usina de Cubatão. Desde então seguimos trabalhando intensamente para garantir o abastecimento do mercado interno, que sempre foi nosso foco de atuação”, afirmou o presidente da Usiminas, Sergio Leite (foto).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *