Logo
Blog do PCO

AMB defende atendimento médico aos refugiados da Venezuela em Roraima

A Associação Médica Brasileira decidiu se pronunciar em relação a fuga dos venezuelanos em decorrência dos problemas no país, onde 87% das pessoas vive abaixo da linha da pobreza. A entidade diz que humanitariamente eles são recebidos e lotam cidades do estado em busca de alimentos, atendimento médico e uma nova vida. Ao mesmo tempo surge uma série de dificuldades de gestão no estado e no país, em todas as áreas, inclusive na saúde, com excesso de necessidades de atendimento e o recrudescimento de doenças que não eram mais problemas no Brasil, como o sarampo. A AMB alerta que as barreiras sanitárias são necessárias para a triagem e direcionamento para o atendimento especializado, quando necessário. Para não colocar a população de Roraima em risco, a entidade diz que é necessário o deslocamento de médicos e outros profissionais da saúde brasileiros para atender este dramático momento, das forças armadas e de entidades do governo, em caráter emergencial, mas elaborando um plano para o atendimento que tende a aumentar a demanda enquanto perdurar o regime do país vizinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *