Logo
Blog do PCO

Caso de saúde pública

A ministra Cármen Lúcia (foto) entende que o uso de drogas deve ser encarado como uma questão de saúde, e não de polícia. Para a ministra, “é preciso que o Poder Público invista em políticas de saúde para aqueles que, estando em uma situação difícil, receba um tratamento. Essa é uma questão de saúde, não de polícia”. No seu entendimento, “quem porta a droga e faz uso da droga não necessariamente comete um crime que pode ser equiparado a práticas que são realmente nocivas à sociedade, como o tráfico”. A declaração foi  durante o Cannabis Affair. O STF discute desde 2011 uma ação que pede a descriminalização do porte de drogas para uso pessoal. (Foto Reprodução Internet)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *