Logo
Blog do PCO

Criminalista propõe CNJ convocar a TV e por 30 dias passar o que acontece nos presídios

O advogado criminalista Antônio Carlos de Almeida Castro (foto), ou simplesmente Kakay, considera um erro gritante o destaque que se deu “a festa com droga em presídio”, como a principal chamada sobre a crise nos presídios brasileiros. Segundo ele, temos no país 800 mil presos, a terceira maior população carcerária do mundo, sendo que 50% são presos provisórios, fato considerado por ele um escândalo, um escárnio. Kakay quer aproveitar essa discussão para fazer uma proposta: “o CNJ convoca a TV e, por 30 dias, em horário nobre, em vez de passar o TV Justiça, onde os ministros se mostram garboso, vamos passar, em tempo real, sem mascarar, os presídios brasileiros. No interior, nos grandes presídios. Mostrar os estupros. As agressões. A fome. As celas super lotadas. O frio. O calor extremo. A miséria humana. A degradação. A transformação em lixo do que ainda existe de homem, de humano, no preso. A falta de seriedade de cada um de nós com o enfrentamento do assunto. Vamos levar esta miséria para a TV Justiça. Ao vivo. para o país que que ver a nossa realidade prisional. Vamos ver o que de humano ainda existe em nós, qual a nossa capacidade de indignação”. Que tal Cármen Lúcia? Kakay é advogado de grandes celebridades e não tem nenhum cliente nos presídios que descreve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *