Logo
Blog do PCO

Gran Meliá do Rio fecha as portas

Os cariocas que vêm vivendo tempos revoltos, sofrem mais um baque. O Gran Meliá Nacional Rio de Janeiro, antigo Hotel Nacional, e conhecido como “hotel redondo”, fecha suas portas nesta quinta-feira. Com a ausência de grandes eventos na cidade, o Centro de Convenções do hotel ficou sem funcionar, tornando difícil manter o empreendimento em funcionamento. O hotel, projetado por Oscar Niemeyer, ficou abandonado por anos e foi reinaugurado em dezembro de 2016 com investimentos da ordem de R$ 30 milhões. Localizado na Praia de São Conrado com vista para os morros Dois Irmãos, Pedra Bonita e o Cristo Redentor, o hotel foi um marco da arquitetura vanguardista brasileira e recebeu hóspedes ilustres como B.B. King e Liza Minelli. Apesar da sua proximidade com a favela da Rocinha, o Meliá sempre teve uma relação amistosa com a comunidade e quase uma centena de seus empregados eram de lá. Oferecendo hospedagens de alto luxo, o hotel ficou famoso por abrigar obras de arte como a Sereia, de Alfredo Ceschiatti em frente a piscina do hotel, o emblemático lustre de papel machê do artista Pedro Correia de Araujo e um painel do artista plástico Caribé com 45 metros de comprimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *