Logo
Blog do PCO

Idoso protegido

Um estudo envolvendo 146 idosos vacinados contra a covid-19 em lares coletivos revela que 95% desenvolveram anticorpos após a segunda dose e os restantes 5% não adquiriram imunidade. O estudo, coordenado pelo Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) de Portugal, foi realizado entre janeiro e março com idosos de mais de 70 anos, residentes em quatro lares e imunizados com a vacina da Pfizer/BioNTech, que é administrada em duas doses. Após a primeira dose, apenas 25% dos idosos geraram anticorpos contra o SARS-CoV-2, o novo coronavírus que causa a doença respiratória covid-19, uma porcentagem que sobe para 95% depois da segunda dose. O estudo mediu os anticorpos contra o SARS-CoV-2 antes da vacinação, três a quatro semanas após a primeira dose e três semanas após a segunda dose.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *