Logo
Blog do PCO

Irracionalidade do sistema

O ex coordenador da Lava Jato, procurador Deltan Dallgnol (foto), reclama que “a irracionalidade desse sistema, que privilegia a insegurança jurídica, é ampliada pelo fato de que o que assegura a justiça do julgamento não é, na verdade, o lugar territorial em que ele acontece, mas o embasamento da decisão nos fatos, nas provas e na lei”. Para Dallagnol as anulações dos julgamentos contra o ex-presidente Lula pelo STF, aumentam exponencialmente as chances de prescrição, ou seja, de completa impunidade. O campo da disputa processual é desnivelado em favor daqueles acusados de cometer crimes, especialmente complexos. Ele acredita que “se o caso do ex-presidente Lula tivesse tramitado em Brasília, teria sido anulado também. Ou seja, o desenho do sistema brasileiro o torna um jogo de perde-perde para a sociedade”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *