Logo
Blog do PCO

Irregularidades nas prestações de contas chegam a R$ 60 milhões

O TSE encontrou indícios irregularidades que chegam a R$ 60 milhões nas prestações de contas de candidatos às eleições municipais deste ano. A informação faz parte de uma investigação realizada pelo núcleo de inteligência da Justiça Eleitoral. A maior parte das irregularidades envolve doações feitas por pessoas sem emprego formal. Houve 9.068 desses casos, que somaram R$ 33 milhões. Também foram registrados R$ 17 milhões em repasses incompatíveis com a renda e 15 doadores que aparecem como falecidos em um sistema de controle de óbitos. O TSE também encontrou 1.289 prestadores de serviços que são beneficiários do Bolsa Família e 1.227 doadores que recebem outros benefícios sociais do governo. O TSE também detectou que 925 empresários que são parentes de candidatos receberam R$ 1,6 milhão das campanhas. As irregularidades encontradas pelo grupo inteligência da Justiça Eleitoral serão enviadas para providências dos tribunais regionais eleitorais e do Ministério Público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *