Logo
Blog do PCO

Jogo Aberto

*Pelo visto, ainda não surtiu efeito, a recomendação do Ministério Público Federal para que a Petrobrás suspenda o leilão de equipamentos da fábrica de amônia em Uberaba. A Petrobras continua mantendo a realização do leilão, cujos lances estão marcados para os dias 23, 24 e 25 de janeiro. A Petrobrás até cumpriu o prazo de 10 dias dado pelo Ministério Público para se manifestar sobre a suspensão e encaminhou resposta oficial ao Judiciário. Mas o documento está para análise do procurador Thales Messias (foto). Só que até agora não houve alterações no cronograma do leilão dos equipamentos.

 

*Em tempos de delação o cego começa a ver, o mudo a falar e o surdo a ouvir. Por isso mesmo o novo comando da PF está aumentando o número de servidores responsáveis pelas apurações da Lava Jato, de 53 para 85. O número de delegados saltou de 9 para 17, de agentes passou de 34 para 51; e o número de escrivães, de 10 para 17.

 

*Projeto de Lei apresentado no Senado Federal pretende tipificar como crime de racismo o preconceito por origem regional. A sugestão foi analisada pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa antes de se tornar um projeto. O texto do projeto, de iniciativa popular, além de tipificar o preconceito regional e de identidade cultural como racismo, também tem o objetivo de levar os brasileiros a reconhecer a diversidade regional como uma riqueza do país. O projeto ainda precisa ser analisado por outras comissões e ser votado antes de se tornar lei.

 

*Eleito como um dos 100 empreendedores mais influentes do mundo, Facundo Guerra, argentino radicado no Brasil, conhecido como o “rei da noite paulistana”, lança no próximo dia 22 (segunda-feira). às 19h30, no espaço Guará, seu livro “Empreendedorismo para Subversivos”. O autor, além de empreendedor bem sucedido, é engenheiro, jornalista nas áreas internacionais e políticas e mestre e doutor em Ciência Política pela PUC-SP. No livro, Facundo Guerra fala de sua trajetória profissional e sobre a decisão de largar tudo para abrir um negócio próprio. Após o lançamento da obra, Facundo irá participar de um bate papo com os presentes sobre os principais desafios e virtudes do empreendedorismo contemporâneo.

 

*Encerram-se no dia 31 de janeiro, as inscrições para o Prêmio de Jornalismo CDL/BH. Cada jornalista pode inscrever até cinco reportagens nas categorias impresso, rádio, televisão e internet. São válidas reportagens que tenham como pautas políticas urbanas e públicas, legislação, representatividade do comércio na economia, competitividade empresarial, empreendedorismo, mobilidade urbana, segurança, revitalização e infraestrutura, tecnologia e o desenvolvimento sustentável nos setores de comércio e serviços. O vencedor de cada categoria receberá um vale-viagem no valor de R$ 7 mil. E o grande vencedor, escolhido entre os premiados de cada categoria – impresso, internet, rádio e televisão – receberá o prêmio em dobro (R$ 14 mil). Informações e inscrições pelo hotsite http://premiodejornalismo.cdlbh.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *