Logo
Blog do PCO

Jogo Aberto

. O empresário Abílio Diniz (foto), o terceiro maior acionista do Carrefour global (dono de 10% das ações com direito a voto) e integrante do conselho de administração da empresa na França, usou o seu Twiter para se manifestar sobre o assassinato de João Alberto Freitas, ocorrido dentro de uma filial do Carrefour em Porto Alegre. Em quatro tuítes que acaba de postar, Abílio se disse “profundamente triste e indignado”. Para ele, “o que aconteceu em Porto Alegre foi terrível e me deixou profundamente triste e indignado. Minha solidariedade e orações à família de João Alberto Silveira Freitas. Sua morte é uma tragédia e uma enorme brutalidade. O racismo é execrável e inaceitável e devemos combatê-lo sempre, com toda a força.”

. O general Otávio do Rêgo Barros, ex-porta-voz de Jair Bolsonaro, voltou a criticar a “arrogância e individualismo” de governantes. Sem citar nominalmente Bolsonaro, o general afirmou que “alguns destes líderes têm como referência outros líderes mais poderosos e igualmente narcisistas”. Segundo ele, “isso se desvenda em razão de que lhe falta, a esse líder subalterno, escopo político, ideológico e intelectual.”

. O modelo português, que tem sido referência para o Brasil na gestão da meritocracia, criou uma agência independente para recrutar e selecionar, por concurso, os dirigentes da alta direção do serviço público. A ideia de uma agência reguladora (ou um ‘RH’) do serviço público começa a ganhar força também no Brasil, em meio à discussão da reforma administrativa em tramitação no Congresso, para afastar a ingerência política na escolha dos dirigentes. Pela legislação aprovada em Portugal, a agência não pede nem pode receber orientações dos governos para fazer a seleção.

. As companhias aéreas estão preocupadas com a segunda onda da Covid-19. Elas já estão sentindo uma queda na procura de passagens. Pequena, mas preocupante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *