Logo
Blog do PCO

JOGO ABERTO

*O vice-presidente da Câmara Federal, deputado Marcelo Ramos (foto), PL- AM, acredita que os deputados podem votar a urgência do projeto que autoriza a privatização dos Correios na semana que vem. O governo tem pressa, mas as prioridades dos projetos em pauta devido a pandemia da Covid-19 são muitas. 

*A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara vai ouvir nesta terça-feira o ministro-chefe da CGU, Wagner Rosário sobre o gasto de R$ 2,4 milhões com as férias de Jair Bolsonaro. Os gastos referem-se a viagens feitas pelo presidente da República entre 18 de dezembro e 5 de janeiro para o litoral de São Paulo e Santa Catarina. O pedido para que o ministro explicasse os gastos de Bolsonaro foi feito pelos deputados federais Kim Kataguiri, Elias Vaz, Jorge Solla e Leo de Brito.

*O cardiologista Bruno Caramelli, professor da USP, entrou com uma representação no MPF contra o Conselho Federal de Medicina (CFM) por insistir na prescrição de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid, como a cloroquina. Para ele, o CFM deveria condenar o uso dessas drogas: “Existem efeitos colaterais dessas medicações. Eu não sou contra a autonomia, mas isso não é autonomia, é erro médico. Autonomia é eu, por exemplo, escolher um determinado tratamento quando eu tenho três ou quatro opções comprovadas cientificamente. No caso do tratamento precoce, não há eficácia e o CFM lava as mãos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *