Logo
Blog do PCO

Jogo Aberto

*O país ficará melhor após a Operação Lava Jato, no que se refere ao combate à corrupção. A opinião é do ministro interino da Transparência e Controladoria-Geral da União, Wagner de Campos Rosário (foto). “Eu acho que o Brasil vai sair melhor. Porque todos os países que melhoraram ou mudaram uma rotina de combate à corrupção passaram por um momento crítico. A Lava Jato é um momento crítico em que o problema da corrupção está sendo exposto, não só por meio da investigação, mas na fala dos próprios envolvidos. Hoje nós estamos com a realidade escancarada, não existe mais desculpa para dizer ‘eu não enxergo, eu não entendo’. Essas informações vão modificar a vida dos brasileiros”, disse o ministro.

 

*Os alunos que quiserem renovar seu contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) referente ao primeiro semestre deste ano, têm até hoje para validar as informações no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). O prazo começou em janeiro e foi prorrogado para garantir que os estudantes concluíssem o processo. A renovação do Fies é feita a cada seis meses, e o pedido de aditamento é apresentado inicialmente pelas faculdades. Em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no Sistema Informatizado do Fies (SisFies).

 

*A capoeira foi criada como instrumento de liberdade pelos africanos escravizados no Brasil por volta do século XVII. Com o passar dos anos ela foi sendo reconhecida como arte e cultura genuinamente brasileira. Em 2008 com base em inventário realizado na Bahia, em Pernambuco e no Rio de Janeiro, a Roda de Capoeira foi registrada como bem cultural pelo IPHAN. E em novembro de 2014, recebeu o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, pela UNESCO. Nesse domingo, a partir das 9h, o ofício dos mestres de capoeira estará representado no SESI Museu de Artes e Ofícios, que vai receber parte da programação do II Festival Mineiro da Arte Capoeira. Dentre as atividades programadas estão: debate, cantoria com o 7º Berimbau Vozeiro, roda de capoeira e visita temática ao Museu, através da Trilha Afro-Brasileira.

 

*O arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Orani Tempesta, disse ontem que mesmo na dificuldade financeira as famílias brasileiras têm que se manter unidas para superar o momento atual do país. Durante missa para celebrar o Corpus Christi na Igreja de Sant’Ana, no centro da cidade, o religioso destacou que a sociedade precisa pensar mais no Brasil do que em questões pessoais. “Que as pessoas pensem mais no outro e no país e menos no poder, nas preocupações com o poderio e, sim, no bem das pessoas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *