Logo
Blog do PCO

Mendonça garante que não falta dinheiro para universidades. Falta é competência para gerir

O ministro da Educação, Mendonça Filho (foto), disse ontem que o governo trabalha para liberar 100% do orçamento de custeio para universidades e institutos federais até o fim do ano. Segundo o ministro, os problemas financeiros enfrentados pelas universidades muitas vezes decorrem de má gestão. “Em muitas situações de universidades federais há divergência e desequilíbrio do ponto de vista de capacidade gerencial. Algumas universidades não enfrentam problemas e dificuldades, porque elas são competentes, capazes e qualificam melhor suas gestões”, disse, lembrando que não compete ao MEC liderar a administração de recursos nas universidades federais.

 

Dinheiro está sendo liberado

Segundo Mendonça, até agora, o MEC já liberou 70% dos valores para custeio, e há previsão de liberação de novas verbas. “Estamos no meio do exercício, e as liberações ocorrerão gradualmente, ao longo dos próximos meses, até dezembro. Então, posso tranquilizar as universidades federais de que os recursos serão liberados”, disse. Segundo ele, no ano passado foram liberados 100% do orçamento previsto, fato que não ocorria há dois anos. De acordo com o MEC, foram liberados R$ 4,4 bilhões para limite de empenho das universidades federais, sendo que R$ 3,5 bilhões correspondem a custeio, R$ 450 milhões a investimento e outros R$ 428 milhões são referentes a recursos da receita própria das universidades, que podem ser aplicados conforme decidido no âmbito da autonomia administrativa e de gestão orçamentária, financeira e patrimonial que possuem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *