Logo
Blog do PCO

Municípios cobram na Justiça por rompimento de barragem em Mariana

Os municípios de Rio Doce (MG) e Santa Cruz do Escalvado (MG) entraram com uma ação civil pública para cobrar das mineradoras responsáveis pelo rompimento de barragem de dejetos em Mariana, em 2015, os valores que deixaram de arrecadar em tributos pela produção de energia em uma usina hidrelétrica que foi soterrada.  Trata-se da usina Risoleta Neves, conhecida como Candonga, que deixou de operar ao ser atingida pelo desastre ambiental.  Quase seis anos depois do rompimento da Barragem do Fundão, a Fundação Renova, criada pelas mineradoras, ainda discute como desassorear o leito do reservatório. O valor total estimado da indenização é de R$ 48,9 milhões, divididos em 50% para cada município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *