Logo
Blog do PCO

O racismo na visão verde e amarela de Bolsonaro

A ideia de que o Brasil não é racista e de que esse movimento veio de outros países tem irritado não só negos e afrodescendentes, mas é essa a linha adotada pelo governo Bolsonaro. Ontem, no encontro virtual com líderes do G20, grupo que reúne as maiores economias do mundo, o presidente Jair Bolsonaro (foto) entrou no tema dizendo que faria “uma rápida defesa do caráter nacional brasileiro em face das tentativas de importar para o nosso território tensões alheias à nossa história”. Bolsonaro acrescentou que “Como homem e como Presidente, enxergo todos com as mesmas cores: verde e amarelo”. Antes, em suas redes sociais tinha postado que “somos um povo miscigenado” e há quem queira destruí-la, e colocar em seu lugar o conflito, o ressentimento, o ódio e a divisão entre raças”. O problema está em convencer as maiores vítimas da violência, da miséria e da falta de oportunidades no país de que o racismo acontece só lá fora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *