Logo
Blog do PCO

Pesquisa da Funed desenvolve medicamento para tratamento do rotavirus

Uma pesquisa inédita da Fundação Ezequiel Dias (Funed) permitiu o desenvolvimento de medicamento fitoterápico para o tratamento do rotavírus (vírus causador de infecções no sistema gastrointestinal), a partir de plantas do cerrado. A doença é a principal causa de mortalidade em crianças com menos de cinco anos no norte de Minas e do Brasil. O estudo analisou 20 plantas do cerrado mineiro e, em quatro delas (gabiroba e cagaita, jatobá e aroeira) encontrou as substâncias capazes de impedir a multiplicação do vírus no corpo humano, com destaque para a gabiroba e a cagaita. Responsável pela pesquisa pioneira da Funed, a pesquisadora Alzira Batista Cecílio (foto), informa que os experimentos iniciais vão ser refeitos e, comprovados os resultados, os testes vão ser aplicados em animais e, posteriormente, em seres humanos. O estudo da Funed é resultado de uma demanda da Fapemig, mais especificamente do Programa de Pesquisa para o SUS (PPSUS). O desenvolvimento do medicamento para o rotavírus foi um dos projetos contemplados pelo programa, que prevê financiamento a iniciativas com foco em temas considerados prioritários para o sistema estadual de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *