Logo
Blog do PCO

Pesquisadores brasileiros buscam um repelente natural para combater o Aedes Egypti

Enquanto o mundo inteiro se debruça em busca de uma vacina contra a Covid-19, um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual da Paraíba, se debruça sobre o Zika UEPB, projeto que estuda formas naturais de combate ao mosquito Aedes Egypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A princípio, foram implantados três laboratórios vivos em escolas e postos de saúde, com cultivo de diversas espécies de plantas que repelem o mosquito. A proposta envolve toda a comunidade e os laboratórios vão produzir mudas para serem distribuídas à população. Na fase atual, o projeto prevê uma série de oficinas para produção do repelente natural, feito à base de citronela. O próximo passo é ampliar os estudos científicos para atestar a eficácia do repelente natural. O projeto é uma parceria da UEPB com instituições como a Fiocruz, a Universidade Federal de Campina Grande e o Instituto Nacional do Semiárido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *