Logo
Blog do PCO

Turismo ou pesadelo?

Os consumidores têm que ficar atentos, pois quem solicita remarcação nos moldes da lei 14.046, de 24.08.2020, têm que desembolsar muito mais para seguir o mesmo roteiro de antes. A alegação da companhia é que a consumidora, ao remarcar, adquiriu outra viagem. De fato, a lei garante o crédito equivalente sem nenhuma correção e não o serviço contratado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *