Logo
Blog do PCO

Anastasia entende que não é o momento de vender a Codemig

Sempre discreto nas suas críticas ao governo de Minas, o senador Antonio Anastasia decidiu se posicionar em relação a possível divisão da Codemig para facilitar a venda das ações da empresa. Anastasia afirma que a “proposta é que a Codemig seja cindida para que a melhor parte, que detém direitos relativos às minas de nióbio, seja privatizada. Isso me parece muito grave, não só porque o Estado poderá perder uma receita muito grande, mas porque o nióbio é um recurso mineral estratégico”. Para o senador mineiro, ‘esse não é o momento de vendermos esse patrimônio, já que ele é altamente vantajoso e positivo para o Estado, tendo em vista, inclusive, o futuro. “Hoje, o nióbio é muito valioso. E no futuro pode ser mais valioso ainda. Vale a pena abrirmos mão dessa riqueza?”. Ele lembra que Minas tem a maior reserva de nióbio do mundo, em Araxá, responsável por 75% da produção mundial: 70 mil toneladas da liga de ferronióbio por ano. O nióbio de Araxá tem reserva para mais de 400 anos e segundo Anastasia (foto), se essa proposta for adiante, nós vamos perder o controle dessa grande jazida. A divisão da Codemig está sendo analisada na Assembleia Legislativa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *