Logo
Blog do PCO

Após ser afastado da presidência regional do PP, Alberto Pinto Coelho deixa o partido

Os estragos no grupo político liderado pelo PSDB começam a aparecer e a primeira baixa foi a do ex-governador Alberto Pinto Coelho (foto), que decidiu abandonar o barco após ser destituído da presidência do PP. A manobra para tirar o ex-governador do comando da legenda foi do seu até então amigo, o deputado federal Luiz Fernando Faria, para garantir o apoio do PP à candidatura do deputado federal Rodrigo Pacheco ao governo de Minas pelo DEM. O PP, estava trabalhando, até então, para viabilizar a candidatura de Dinis Pinheiro, que vem se aproximando de Marcio Lacerda (PSB) para tentar formar uma aliança. E foi justamente essa aproximação o argumento usado pela bancada pepista para mudar o comando do partido. Nervoso com a situação, Dinis Pinheiro chegou a dar socos na mesa e partiu para cima de Luiz Fernando. A situação só não ficou pior porque ele foi contido pelos parlamentares que participaram da reunião.

 

Dinis Pinheiro também está de malas prontas

Alberto Pinto Coelho foi substituído na presidência regional do PP pelo deputado estadual Renzo Braz, em uma reunião tensa, que teve a interferência do presidente nacional do PP, Ciro Nogueira. Destituído do cargo, Alberto Pinto Coelho decidiu se afastar de vez da legenda, repudiando o que chamou de oportunismo e visão personalista que, segundo ele, tem levado partidos ao descompromisso, deixando lideranças regionais e municipais à mercê de interesses congressuais. Sem espaço para trabalhar a sua candidatura, Dinis Pinheiro também deve deixar o PP para se candidatar pelo Solidariedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *