Logo
Blog do PCO

Em clima político tenso reclamações são normais

O Gilmar Mendes (foto) considerou natural a data do julgamento, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região, do recurso do ex-presidente Lula contra sentença do Juiz Sérgio Moro, que o condenou a mais de nove anos de prisão por corrupção. A data definida pelo TRF, 24 de janeiro próximo, foi criticada por apoiadores de Lula como antecipada. “No próprio Supremo Tribunal Federal, nós damos prioridade para os processos mais sensíveis. Então, não vejo como censurar o Tribunal Regional de Porto Alegre por ter dado – se é verdade que deu – prioridade em nome da segurança jurídica. Nós estamos vivendo um ambiente político bastante tenso, então é normal que haja reclamação”, considerou Gilmar. Segundo ele, as demais instâncias jurídicas deverão se esforçar para, se for mantida a condenação, julgar os recursos da defesa de Lula antes das eleições: “Eu tenho impressão que todos os tribunais terão essa responsabilidade, de evitar um quadro de conflituosidade. Isso é uma marca dos tribunais, a responsabilidade institucional, de não permitir que um quadro grave se torne ainda mais grave”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *