Logo
Blog do PCO

Ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, é acusado de prejuízo milionário em refinaria

O Tribunal de Contas da União responsabilizou ontem (26) o ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli (foto) e outros executivos da estatal por irregularidades em obras na Refinaria Presidente Getúlio Vargas, no Paraná. As investigações detectaram prejuízo de R$1,27 bilhão em oito contratos para modernizar a refinaria. No entanto, o valor das perdas pode ser bem maior do que já apurado, já que a área técnica analisou apenas despesas de R4 3,8 bilhões, que correspondem a uma parte do valor total aplicado, de R$ 10,7 bilhões. O TCU pediu que o Ministério Público de Contas avalie se é pertinente reabrir outras investigações sobre a refinaria do Paraná, que tinham sido arquivadas. Em sua defesa, Gabrielli alega que, como presidente da Petrobras, não tinha funções executivas relativas aos contratos, atuando apenas em tarefas e coordenação.

 

Delator da Lava Jato mente e Ministério Público Federal desfaz acordo

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, desfez o acordo de delação premiada do ex-assessor parlamentar do deputado federal Pedro Corrêa, PP, Ivan Vernon Torres Júnior. O termo de confidencialidade foi assinado um dia antes do rompimento do acordo. Vernon é acusado de usar uma funcionária fantasma lotada no gabinete do parlamentar, para desviar mais de R$ 600 mil. Vernon é um dos réus na ação proposta contra Pedro Corrêa, e responde pelo crime de peculato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *