Logo
Blog do PCO

Fleury não aceita ser ministro de Segurança Pública, pasta que Temer pretende criar

Antes de ser convidado a ocupar o futuro Ministério de Segurança Pública, pasta que o presidente Michel Temer pretende criar, o ex-governador de São Paulo, Luiz Antônio Fleury Filho (foto), já avisou que não pretende aceitar o encargo. Fleury se desculpa dizendo ser amigo de Temer, que foi, inclusive, seu secretário de Segurança Pública em São Paulo, mas avisa que não tem pretensão de voltar para a vida pública. Fleury ficou marcado pelo massacre de Carandiru, a chacina de detentos no presídio de Carandiru. Ele era o governador avalizou a ordem para a entrada da Polícia Militar na penitenciária, o que resultou na morte de 111 presos. Temer chegou a comentar com alguns de seus aliados a vontade de convidar Fleury para ocupar o cargo e já foi avisado que a recepção não foi boa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *