Logo
Blog do PCO

Polícias e militantes acompanham Dilma no TRE

Um forte esquema de segurança foi montado ontem na avenida Prudente de Morais e em ruas nas proximidades do TRE, em Belo Horizonte, para que a ex-presidente Dilma Rousseff registrasse o seu novo domicílio eleitoral. Dilma (foto), que mora em Porto Alegre, foi convocada pelo ex-presidente Lula para reforçar a candidatura à reeleição de Fernando Pimentel ao governo de Minas. Antes do juiz Sergio Moro decretar a sua prisão, Lula pretendia focar a sua campanha em Minas Gerais, principal estado governador pelo PT. Dilma Rousseff deve disputar uma das duas vagas ao Senado.

 

No TRE com Pimentel

As militância petista e dos movimentos sociais foram convocadas para acompanhar a passagem da ex-presidente Dilma Rousseff pelo Tribunal Regional Eleitoral, que fez a transferência do seu domicílio eleitoral. O vereador Arnaldo Godoy puxava palavras de ordem para manter a militância atenta. Dilma chegou em Belo Horizonte no final da manhã e almoçou com o governador Fernando Pimentel, no Palácio das Mangabeiras, antes de seguirem juntos para o TRE onde ela mudou o seu domicílio eleitoral e fez o cadastramento biométrico. A ex-presidente evitou falar sobre o papel que terá na campanha de Pimentel e afirmou, em meio ao tumulto, que estava mudando seu título eleitoral para Belo Horizonte para acompanhar a mãe, Dilma Jane Rousseff, que está com 94 anos e tem precisado de cuidados especiais. Antes de retornar para São Paulo para acompanhar a situação do ex-presidente Lula, Dilma ouviu de Pimentel que ele vai lutar para que Lula seja candidato. No domingo, Dilma viaja para a Espanha e depois para os Estados Unidos. Do dia 8 ao dia 20, ela passará por oito cidades, incluindo Barcelona, Madrid, San Francisco, San Diego e Houston. O Palácio do Planalto autorizou que dois funcionários acompanhem a petista na turnê.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *