Logo
Blog do PCO

Qual a razão?

Ninguém está entendendo o que está acontecendo com a Assembleia, que até hoje não aprovou o acordo do governo de Minas com a Vale que representa R$ 37,7 bilhões em investimentos para o estado o que equivale a 360 mil empregos a serem gerados, cinco hospitais em Teófilo Otoni, Divinópolis, Sete Lagoas, Juiz de Fora e Conselheiro Lafaiete; cinco milhões de pessoas com garantia de água tratada e um milhão de pessoas que passam a ter saneamento básico. Este é o maior acordo já feito na América Latina e o segundo maior do mundo entre uma empresa e um governo de Estado. Sem dizer de água tratada para toda região metropolitana e esgoto para os municípios da calha do Rio Paraopeba.

Legislativo retoma sua rotina

Os deputados estaduais mineiros retornam gradativamente os trabalhos presencialmente na Assembleia Legislativa. A decisão do presidente da Casa, deputado Agostinho Patrus (foto), PV, foi baseada na melhoria dos índices epidemiológicos da covid-19. Com a mudança, o expediente da AL volta a ser de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19 horas, mantidas todas as medidas de prevenção contra a propagação do coronavírus. Serão realizadas reuniões nas comissões em todos os dias da semana, mediante agendamento. Os setores administrativos e gabinetes passam a funcionar por meio de escalas de trabalho na proporção de 30% das equipes. A norma também estabelece critérios para acesso de pessoas às dependências da Casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *