Logo
Blog do PCO

Intenção de consumo faz famílias cai em maio e junho

O relatório de Intenção de Consumo das Famílias, divulgado nessa segunda-feira, mostrou que houve queda de 0,7% entre maio e junho de 2017. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Apesar da queda, o indicador apresentou aumento de 12,3% – 77,1 pontos – em comparação a junho de 2016. O indicador é calculado com base em uma escala de zero a 200 pontos, com resultado positivo acima de 100 pontos. Em comparação com maio (2017), quatro dos sete itens da Intenção de Consumo apresentaram recuo: a avaliação das pessoas em relação ao seu emprego atual (-1,2%); à perspectiva profissional (-2,3%); à renda atual (-1,7%) e às compras a prazo (-0,9%). Em contrapartida, houve aumento nas avaliações dos consumidores em relação ao seu nível de consumo atual (2,8%); à perspectiva de consumo (0,6%) e ao momento para a compra de bens duráveis (0,2%). Comparado ao mês de junho do ano passado (2016), houve crescimento nos sete itens da Intenção de Consumo: emprego atual (7,9%), perspectiva profissional (3,9%), renda atual (6,5%), compra a prazo (8,7%), consumo atual (23,2%), perspectiva de consumo (30,8%) e momento para compra de bens duráveis (23,2%).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *