Logo
Blog do PCO

Jogo Aberto

*A Polícia Federal (PF) prendeu ontem, em Portugal, o empresário Raul Schmidt (foto), investigado da Operação Lava Jato. No dia 29 de janeiro, a Justiça portuguesa confirmou a extradição de Schmidt para o Brasil e decretou sua prisão. Ele foi encontrado, por volta das 12h30, na localidade de Sabugal, cerca de uma hora de carro da cidade de Lisboa. O empresário é investigado pelo pagamento de propina a ex-diretores da Petrobras e estava foragido desde 2015. Ele foi preso em Portugal em março de 2016 na Operação Polimento, 25ª fase da Operação Lava Jato. Em razão da cidadania portuguesa, Schmidt(foto) estava aguardando o resultado do processo de extradição em liberdade. A decisão do Tribunal Constitucional de Portugal permitirá que o empresário possa responder pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em território brasileiro. Uma das condições para a extradição é que ele só poderá responder por crimes praticados antes de dezembro de 2011, quando obteve a nacionalidade portuguesa.

 

*O Senado Federal e o Palácio do Planalto estão iluminados nas cores laranja e azul escuro, em alusão ao Dia Mundial do Câncer, celebrado hoje. A mobilização foi articulada pela ONG Recomeçar – Associação de Mulheres Mastectomizadas de Brasília. O Dia Mundial do Câncer é organizado anualmente pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC), desde 2005, para conscientizar a população mundial sobre a doença e incentivar as pessoas a falarem mais sobre o assunto no dia a dia. A campanha deste ano encerra o triênio 2016-2018 que tem como slogan: “Nós podemos. Eu posso”. O objetivo é mostrar como todas as pessoas do mundo, em grupo ou individualmente, podem agir de diferentes maneiras para reduzir o impacto do câncer no planeta.

 

*O juiz federal Djalma Moreira Gomes suspendeu liminarmente a exportação de gado vivo pelo Brasil. O magistrado, da 25ª Vara Cível Federal de São Paulo, acatou na noite de sexta-feira, um pedido de liminar feito pela ONG Fórum Nacional de Proteção Animal. Na decisão, Gomes suspende os embarques em todo território nacional, “até que o país de destino se comprometa, mediante acordo inter partes, a adotar práticas de abate compatíveis com o preconizado pelo ordenamento jurídico brasileiro”, diz na decisão. O juiz determina também o desembarque dos 27 mil bois que seriam exportados para a Turquia, pela empresa Minerva Foods e que estão no Porto de Santos, em São Paulo. “Determino o desembarque e retorno à origem, mediante plano a ser estabelecido pelo Ministério da Agricultura e operacionalizado pelo exportador, sob fiscalização das autoridades sanitárias, de todos os animais embarcados”, afirma. A decisão não esclarece quem paga a conta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *