Logo
Blog do PCO

O rolo compressor da direita europeia

A primeira grande repercussão política das eleições para o Parlamento Europeu veio da França, cerca de uma hora depois de conhecidas as primeiras projeções de resultados do voto no país. Atropelado pelo bom desempenho do partido Reunião Nacional (RN), liderado pela ultradireitista Marine Le Pen, na oposição, o presidente Emmanuel Macron (foto/reprodução internet) anunciou na noite de domingo, a dissolução da Assembleia Nacional. Com isso, novas eleições legislativas foram convocadas para os dias 30 de junho e 7 de julho – primeiro e segundo turnos, respectivamente. Segundo projeções divulgadas após o encerramento da votação, a sigla de Le Pen obteve 31,5% dos votos, mais que o dobro da aliança de Macron, que ficou com 15,2%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *