Logo
Blog do PCO

Ex-secretário de Eduardo Azeredo é condenado no mensalão mineiro

A Justiça mineira condenou o jornalista Eduardo Pereira Guedes Neto a 17 anos e 5 meses de reclusão pelos crimes de peculato, praticado cinco vezes, e lavagem de dinheiro, por seis vezes, na ação penal que ficou conhecida como mensalão tucano. A sentença é assinada pela juíza Lucimeire Rocha, titular da 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte e foi publicada no Diário do Judiciário eletrônico (DJe). Segundo a denúncia do Ministério Público, o acusado e mais 14 pessoas foram responsáveis por um esquema que destinava dinheiro público para a campanha do então candidato a governador do estado Eduardo Azeredo (foto). A defesa de Eduardo Guedes vai recorrer da decisão e alega que ele não se envolveu na campanha eleitoral de Eduardo Azeredo, que teve uma atuação técnica, além de não ser filiado a nenhum partido político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *